Mangaba medicinal e seus avistamentos no levantamento florístico

17 de fevereiro de 2016.

Hancornia speciosa (Mangaba). O “speciosa” quer dizer: vistosa. E “mangaba” (ma’ngawa), visgo ou fruta boa de comer. Ocorre no cerrado e floresce de agosto a novembro, ou duas vezes por ano. São polinizadas por mariposa e frutificam de julho a abril. O fruto é rico em proteínas e vitamina C. Também possui propriedades medicinais e de seu látex pode-se produzir borracha. Serve de alimento ao saguis. (Árvores do Cerrado, 2012).

Muitas vezes, nas atividades de inventário florestal, a mangaba é avistada por nossa equipe. Em recente levantamento florístico em Contagem-MG, mês de dezembro de 2015, encontramos alguns exemplares com frutos maduros. E que fruto apreciável, realmente bom de comer.

“Pesquisadores da Faculdade de Farmácia e do Instituto de Ciências Biológicas desenvolveram um fitoterápico, à base de componentes químicos do extrato de folhas da mangabeira, que tem poderoso efeito anti-hipertensivo e capacidade de combater diabetes e reduzir inflamações do leito vascular, comuns em hipertensos.” – Os Novos frutos da mangaba – é a matéria de capa do boletim da UFMG nº1928, de fevereiro de 2016.