Nem só de problemas ambientais vivem as barragens.

Sexta-feira, 14 de março de 2014.

Nesta manhã a sede dos escritórios da Companhia Hidrelétrica de Sobradinho na cidade de Sobradinho-BA, a terra da Barragem, foi tomada por cerca de 300 mulheres, onde cobravam da Chesf/Governo a reparação dos direitos negados e violados com a construção da barragem de Sobradinho.

As manifestantes denunciam a violação dos direitos humanos recorrente da construção de barragens em todo Brasil.

Leia mais em : Atingidas por barragens denunciam violação de direitos no Vale do São Francisco.